Curso sobre “Malhas Fiscais da Sefaz” atualiza contadores em Campo Maior

A Secretaria Estadual da Fazenda do Piauí (Sefaz-PI), em parceria com o Conselho Regional de Contabilidade (CRC), realizou, na última terça-feira (26), um curso sobre “Malhas Fiscais e SPED do ICMS”, no auditório do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Campo Maior.

O minicurso sobre “Malhas Fiscais da Sefaz-PI” foi ministrado pelo gerente de Projetos da Superintendência da Receita (SUPREC) da Sefaz-PI, o auditor fiscal Feliphe Araújo. “Essas malhas fiscais são cruzamentos entre o banco de dados da nota fiscal eletrônica com as informações repassadas na Declaração de Informações Econômico-Fiscais (DIEF) que visam deixar mais claro e ajudar os contadores para que realizem as obrigações acessórias e principal de forma mais transparente, evitando prejuízo para o empresário e o fisco estadual”, explica o auditor fiscal.

Portanto, a ideia desse treinamento é diminuir as dúvidas dos contribuintes para que possam regularizar as suas pendências, sem a necessidade de processos, evitando que ocorra, por exemplo, uma demora que possa ocasionar prejuízos e os contribuintes ainda sejam penalizados. “Dessa forma, a nossa atividade é autuar de forma preventiva para que eles não sejam prejudicados nessa relação que a gente tem em relação à transparência entre o fisco estadual e os contribuintes piauienses”, enfatiza fiscal Feliphe Araújo. 

Durante o evento, também foi apresentada uma palestra sobre “Sped de ICMS”. 

Novas capacitações serão realizadas em outros municípios do Estado com o objetivo de atualizar profissionais contábeis e todos que realizam operações financeiras que possam ser cruzadas pela Sefaz-PI. 

A intenção dessa parceria entre a Sefaz-PI e o Conselho Regional de Contabilidade (CRC) é deixar mais claro o funcionamento das malhas fiscais implantadas pelo fisco estadual, diminuindo as dúvidas dos contribuintes e contadores. Dessa forma, os treinamentos podem colaborar com a regularização de pendências, reduzindo a quantidade de processos e auxiliando a melhoria das práticas fiscais.

Os inscritos nesse tipo curso ainda levam duas latas de leite para doação.