Auditores da Sefaz-PI visitam Secretaria da Economia de Goiás para conhecer experiência em auditoria contábil

Os auditores fiscais da Sefaz-PI, Luiz Eduardo Riegel e Lomanto Rosado, conheceram as técnicas em auditoria contábil desenvolvidas em Goiás

Auditores fiscais da Secretaria da Fazenda do Piauí visitaram a Secretaria da Economia de Goiás para conhecer a experiência do Estado em auditoria contábil. As metodologias voltadas para a auditoria contábil começaram a ser desenvolvidas por Goiás em 2011, e tem gerado vários resultados no combate à sonegação.

A cooperação entre as Administrações Tributárias permite melhorias nos trabalhos desenvolvidos nos Estados. “Essa troca de conhecimentos entre os Estados torna as administrações tributárias muito mais ágeis e eficazes no combate à sonegação fiscal’, enfatizou o Diretor de Unidade de Fiscalização de Empresa da SEFAZ/PI, auditor fiscal Edson Marques.

Além disso, essa troca de experiência também é importante porque o Estado do Piauí vai implantar em breve a auditoria contábil, utilizando os dados do SPED. Com essa implantação, os roteiros contábeis serão automatizados, o que tornará a auditoria muito mais rápido e eficaz. Além do aumento na produtividade, a SEFAZ terá uma melhora no controle e qualidade das informações.

A metodologia representa uma inovação aos fiscos de todo país. “A auditoria contábil vai além das informações fiscais, sendo possível detectar omissões financeiras que muitas vezes não são perceptíveis apenas na escrita fiscal”, destaca o Auditor da SEFAZ/GO, Norton Pinheiro, durante a apresentação do sistema aos auditores do Piaui. 

Os auditores fiscais da Sefaz do Piauí, Luiz Eduardo Riegel e Lomanto Rosado, conheceram as técnicas desenvolvidas em Goiás. “Nosso grupo de auditoria contábil no Piauí foi formalmente criado recentemente e precisávamos buscar conhecimento com quem domina o assunto,  nesse caso Goiás é referência em auditoria contábil no país”, explicou o auditor da SEFAZ/PI, Lomanto Rosado.

O auditor fiscal e Coordenador do Grupo de Roteiros e Apoio a Ação Fiscal da Sefaz/PI, Luiz Riegel, também destacou a importância dessa troca de experiência com os auditores fiscais do Estado de Goiás. “Esses dois dias foram muito proveitosos pois nos foi repassado desde a parte jurídica necessária para se realizar uma Auditoria Contábil na ECD  até o conhecimento de todos os papéis de trabalho que irão compor um futuro auto de infração. Queremos aproveitar os acertos de Goiás e evitar possíveis erros a partir dessa experiência desenvolvida aqui, a fim de que possamos utilizar  a Auditoria Contábil no combate efetivo à sonegação fiscal no Estado do Piauí”, frisou o auditor Luiz Riegel.

Notícias Relacionadas