Auditor Fiscal publica livro para facilitar o entendimento da linguagem jurídica

A linguagem do Direito já não é a mesma. A tecnicidade exagerada do “juridiquês”, que enevoa a compreensão dos sentidos da comunicação jurídica, está cada vez mais restrita. Visando abrir espaço para uma linguagem mais próxima do cidadão comum e a outras áreas do conhecimento, o Auditor Fiscal da Fazenda Estadual do Piauí, Orisvaldo Teixeira Mineiro, publicou, pela editora Dialética, o livro Linguística & Direito: a polifonia na petição inicial”.

“Nesta obra, oferecemos ao leitor a comunicação jurídica analisada sob uma perspectiva inovadora. Fundamentado em preceitos da linguística moderna, como gêneros do discurso, polifonia e outros, apresentamos diferentes formas de como os atores sociais interagem – implícito e explicitamente – em um texto jurídico (petição inicial). Também apresentamos proposta de estruturação de uma petição inicial com base na linguística textual. O livro é de grande serventia a estudantes e operadores do Direito, bem como a todos que tenham interesse em questões da comunicação no mundo jurídico. Vale conferir!”, afirma o autor, Orisvaldo Teixeira Mineiro.

Nesta obra, fazendo uso de um estilo formal, porém semanticamente acessível ao cidadão comum, o autor  oportuniza o leitor a perambular pelo universo jurídico por via da interseção com a moderna linguística.

Orientados pelos conceitos de gênero do discurso e de polifonia – esta manifestada em provérbios, ironias, metáforas, etc. – temos uma análise das formas como a comunicação jurídica de desenvolve no bojo de uma petição inicial. Aqui a relação entre operadores do direito, sociedade (e seus conflitos) e linguagem estilizada são abordados de modo interessante, didático e deleitante.

O livro é dirigido a profissionais, estudantes e pessoas interessadas em se aventurar por questões relacionadas ao Direito e à linguagem.

Notícias Relacionadas